Brincar com Risco

Todas as férias nas nossas primeiras visitas ao jardim deparamo-nos com crianças que não sabem como se sobe às árvores, nunca o fizeram e não sabem como usar o corpo para o fazer. 

Não é raro ouvirmos: 

- A árvore é dura 

- O tronco magoa.

- Com os chinelos não dá jeito.

- Não consigo por as pernas lá em cima.

- Tenho medo!

É apenas falta de prática, sabemos que com incentivo todos acabam por tentar e conseguir. Ensinamos que temos de ter sempre três pontos apoiados (um pé e as duas mãos, ou dois pés e uma mão), que não podemos ter ajuda para subir, que não podemos subir mais alto do que conseguimos descer (mesmo que isso implique treinar subindo e descendo várias vezes), que se pode subir descalço, que o importante é tentar e que apenas temos de ser melhor ou subir mais alto que nós próprios. 

Num jardim as árvores crescem sem ordem, sem altura estipulada e sem ninguém a medir as distâncias de segurança (como no parque infantil), isso implica, que eles tenham de usar várias capacidades ao mesmo tempo. Para subir uma árvore é necessário, olhar, avaliar o melhor caminho, a resistência dos ramos, dominar o medo, controlar os músculos, usar a força e a destreza. É um exercício muito completo, desafiante e divertido. 

A maioria dos pais percebe que é importante para as crianças superarem desafios físicos, porem-se em risco (ainda que controlado) e aprenderem a dominar o corpo em sintonia com a natureza. Mas a maioria dos pais (principalmente das mães) diz-nos também que não é capaz de os deixar fazer; que vê-los subir as faz ficar com o coração apertado; que preferem que alguém os ajude sem elas saberem que eles o fazem, mas ao mesmo tempo sabendo que o fazem em segurança. 

Hoje é a vez de todas as mães ganharem coragem, acreditarem que os filhotes são capazes e serão cada vez mais se os deixarem fazer.

Deixamos-vos alguns dos nossos truques: 

- Usem sempre palavras positivas (em vez de dizer: vais cair; digam: agarra-te bem)

- Tentem incentiva-los a fazer bem (viste se esse ramo é forte? Tens os pés bem apoiados? achas que consegues descer?)

- Não transmitam o vosso próprio medo (eu sei que tu consegues, concentra-te)

E o melhor truque de todos:

- Escolham uma árvore mais forte e subam também!

Será que os adultos ainda são capazes de brincar com risco? 

 

Loading Conversation